O deputado federal e presidente municipal do PMDB, Manoel Júnior, anunciou oficialmente, durante entrevista coletiva, nesta sexta-feira (22),  na sede do PMDB, a desistência da disputa pela Prefeitura da capital.

O deputado alegou dificuldades financeiras para se manter na disputa. Ele disse que procurou o presidente interino da República, Michel Temer (PMDB) para buscar apoio para campanha, mas não houve sinalização.

Júnior destacou que há trinta dias o PMDB abriu diálogo com o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) e o Diretório Municipal decidiu ontem à noite, por unanimidade, apoio à reeleição de Cartaxo, com o direito do presidente de indicar a vice.

“A Executiva Municial se reuniu ontem e decidiu, por unanimidade, que marchará com a reeleição do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo. Por unanimidade, também, a Executiva me outorgou o direito para eu indicar o vice na chapa”, afirmou.

Manoel Júnior destacou que o partido rejeitou a tese de aliança com o PSB porque o governador Ricardo Coutinho é o maior adversário do Governo de Michel Temer.

“O governador é o maior adversário de Temer. Declaradamente, ele é adversário do PMDB. Ele insulta o PMDB, o partido que o ajudou a elegê-lo várias vezes. O episódio mais recente foi em 2014 e ele apunhalou o partido”, ressaltou.