Pouco antes do atual recesso da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), o vereador Marmuthe Cavalcanti (PSD) foi escolhido para presidir a Comissão de Finanças, Orçamento, Obras e Administração Pública (CFOOAP), a segunda mais importante da Casa Napoleão Laureano. O parlamentar possui atuação destacada em seu primeiro mandato e já foi presidente da Comissão de Esporte e Lazer e ouvidor-geral da CMJP.

“Já votei como presidente da Comissão de Finanças na última sessão do primeiro semestre. É mais uma grande responsabilidade que assumimos neste primeiro mandato, com muita disposição e vontade de contribuir. Agradeço à mesa diretora da Câmara e aos colegas vereadores por me escolherem para esta missão. Temos desafios importantes pela frente, sobretudo neste ano eleitoral, pois as comissões devem manter um bom ritmo de trabalho e produtividade”, avaliou Marmuthe.

As comissões da CMJP podem ser de dois tipos: Permanentes, que fazem parte da própria estrutura da Câmara e têm por finalidade apreciar assuntos ou proposições submetidas ao seu exame, e sobre elas deliberar ou emitir pareceres; ou Especiais, que são criadas com a finalidade de tratar de um assunto específico e se extinguem quando preenchidos os prazos e os fins para as quais foram criadas.

“A Comissão de Finanças tem um papel estratégico para o Legislativo Municipal, pois analisa projetos de grande importância para a sociedade, projetos que contribuem diretamente para o desenvolvimento de João Pessoa. Por isso, vamos fazer de tudo para ampliar a produtividade da Comissão, limpar a pauta e não deixar nada pendente para a próxima legislatura”, disse Marmuthe.

Atualmente, a CMJP possui apenas quatro comissões permanentes: Constituição, Justiça, Redação e Legislação Participativa; Finanças, Orçamento, Obras e Administração Pública; Cidadania, Direitos Humanos e Defesa do Consumidor; e Comissão de Políticas Públicas. Elas possuem natureza técnico-legislativa e são destinadas a realizar estudos, discutir projetos, emitir pareceres especializados, investigar, apurar infrações político-administrativas e representar o Legislativo.

Assessoria