O presidente estadual do PMDB, senador José Maranhão, demonstrou indignação com o remanejamento do seu aliado político, Laplace Guedes, para Secretaria Executiva do PAC.

Maranhão afirmou que o governador Ricardo Coutinho (PSB) pode ficar à vontade para demitir os cargos dos PMDB no governo e mandou um recado direto para o socilista.

“O governador fique à vontade para nomear e demitir os cargos do PMDB no governo. O PMDB não é um partido de segunda linha do Palácio da Redenção”, desabafou.

O peemedebista deixou claro que não existe nenhum compromisso para apoiar a candidatura do PSB e destacou que não há acordo de submissão a Ricardo Coutinho.

“Nunca tive compromisso de apoiar o PSB nem em João Pessoa nem em Campina Grande. Isso já é um assunto conhecido.  Não fiz nenhum acordo com Ricardo Coutinho de submissão para colocar Olenka na Assembleia. Ele faça o que quiser com os cargos que o PMDB ocupa no governo”, disparou.