Apesar de afirmar que as informações sobre uma provável saída da Secretaria de Segurança Pública do Estado tem um pouco de especulação, Cláudio Lima admitiu ao blog do Anderson Soares, nesta segunda-feira (27), que há um desgaste pessoal e com a própria saúde por comandar a pasta por tanto tempo.

Apesar da afirmativa, o secretário negou que vá deixar de imediato a Segurança da Paraíba. Ele disse que cabe ao governador Ricardo Coutinho (PSB) demitir ou admitir seus auxiliares. No entanto, acredita que é salutar que haja mudanças porque ninguém é insubstituível.

“Não tem ninguém insubstituível. Acho que só eu e Beltrame no Rio de Janeiro passamos tanto tempo à frente das Secretarias de Segurança dos seus respectivos estados. Há um desgaste, inclusive, de saúde pelas reeponsabilidades do cargo, mas não há nenhuma data programada para deixar a pasta. Que eu vou deixar a Secreteria eu vou, agora só não sei quando. Pode até ser daqui a dois anos. É uma prerrogativa que cabe ao governador”, declarou.