O senador Raimundo Lira (PMDB) esclareceu, nesta sexta-feira (10), as denúncias feitas pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) sobre a  subtração do Governo Federal de recursos já depositados na conta do Tesouro Estadual para conclusão das obras do viaduto do Geisel.

O senador negou que tenha havido a retirada do dinheiro e retaliação por parte do presidente interino Michel Temer (PMDB) ao governador Ricardo Coutinho (PSB) pelo posicionnamento contrário ao impeachment.  De acordo com Lira, as informações repassadas ao governador sobre os depósitos foram equivocadas.

O Governo Federal assumiu o compromisso com a conclusão da obra. Passaram a informação equivocada ao governador. Não houve qualquer subtração. O que aconteceu foi uma readequação orçamentária diante desse cenário de crise e a verba será liberada conforme a medição da obra. os recusrsos estão assegurados. Basta o Governo enviar as medições que os recursos serão depositados no Tesouro Estadual, afirmou.