O presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Marcos Cavalcanti, suspendeu na tarde desta terça-feira (24), a liminar do juiz da Fazenda Pública da capital, Marcos Sales, que determinava a instalação da CPI da Lagoa. Com a decisão, a Comissão de Inquérito será arquivada.

A Câmara de João Pessoa deu entrada numa ação questionando a decisão da justiça. Segundo o presidente da CMJP, Durval Ferreira (PP), o pedido protocolado pela oposição não prrencheu os pré-requisitos exigidos pelo Regimento Interno da Casa.