O senador Raimundo Lira (PMDB) tem o nome sempre lembrado, pela imprensa, para assumir a liderança do governo no Senado.

Peça fundamental no processo de impedimento da presidente afastada, Dilma Roussef (PT), Lira se notabilizou como liderança dentro do PMDB.

Entretanto, em contato com o blog do Anderson Soares, nesta sexta-feira (20), o senador afastou a possibilidade, diante da tarefa de presidir a Comissão processante do impeachment da petista.

‘A minha missão no momento não permite me relacionar ou mesmo opinar no Governo. Sou obrigado a manter isenção e imparcialidade”, afirmou.