O governador Ricardo Coutinho (PSB) voltou a afirmar que não espera retaliação do presidente Michel Temer (PMDB) em relação aos empréstimos para o Estado, mas já ensaiou as primeiras críticas ao novo governo.

Ricardo disse que aguarda ainda essa semana, a liberação de mais de R$ 112 milhões. Segundo ele, só falta a rubrica do Ministro da Fazenda. O governador, criticou, o bloqueio de recursos já garantidos para as obras do viaduto do Geisel.

“Espero que não haja retaliação, até porque os empréstimos não são para Ricardo Coutinho, mas para o Governo da Paraíba. Achei muito estranho o bloqueio de verbas já empenhadas para a conclusão das obras do viaduto do Geisel, mas vou procurar saber o que aconteceu. Espero que não seja perseguição”, alertou.

RC voltou a cobrar reciprocidade do PMDB. De acordo com o socialista, o PMDB não tem tido uma posrura de aliado.

” Aliado tem que ser aliado. Nunca vi aliado trabalhar para destruir aliado. É preciso agir como aliado. Agora, cada um sabe o seu caminho e eu sei muito bem o meu, mas vou cobrar deles”, declarou.