O presidente da Câmara Municipal de João Pessoa, Durval Ferreira, informou ao blog do Anderson Soares, nesta terça-feira (17), que foi recebeu agora pela manhã,  a notificação do juiz Marcos Sales, que determina um prazo de cinco dias para instalação da CPI da Lagoa.

A partir de agora, a CMJP tem até próxima terça-feira (24) para criar a Comissão, já que são contados apenas os dias úteis. No entanto, Durval afirmou que ainda vai analisar com a Procuradoria Jurídica se acata ou recorre da decisão.

Ele já adiantou que se resolver implantar a CPI da Lagoa, duas novas Comissões de Inquérito serão criadas. Pelo Regimento Interno, segundo o parlamentar, apenas três CPI’s podem funcionar, simultaneamente, durante o ano.

Pela ordem cronológica, a primeira solicitação de investigação é da Lagoa, depois a CPI da Desk para apurar denúncias de irregularidades na compra de livros e móveis na gestão do ex-prefeito Ricardo Coutinho (PSB) e a CPI da Cagepa para investigar o lançamento de esgoto no Rio Jaguaribe.