O PSDB ensaia as primeiras críticas às ações adotadas pelo presidente  interino, Michel Temer (PMDB). A análise veio por meio do líder do partido no Senado, Cássio Cunha Lima.

Questionado neste domingo (15), pelo blog do Anderson Soares, sobre a ausência de paraibanos no primeiro escalão do governo, Cássio ressaltou que mais grave do que  isso, é não ter a participação de mulheres em nenhum Ministério.

“Não creio que o critério de escolha dos ministros tenha sido geográfico. Mais grave do que não possuir paraibanos no governo, é não ter mulheres no Ministério. É a República dos carecas”, disse o parlamentar numa alusão à presença de cinco carecas ocupando Ministérios no governo peemedebista.

 

Apesar da observação, o tucano afirmou que ainda é cedo para avaliações e resaltou que torce para que o governo dê certo.

“É muito cedo para julgar. Temos que torcer e ajudar que dê certo. É importante para o Brasil”, conluiu.