A  Assembleia Legislativa da Paraíba realiza nesta sexta-feira, 13, sessão
especial em homenagem aos 50 anos da Universidade Estadual da Paraíba. A
sessão é uma iniciativa do deputado Ricardo Barbosa (PSB).

A UEPB já formou 50 mil profissionais, sendo uma média de dois mil por ano
e está presente, além de Campina Grande, em Lagoa Seca, João Pessoa,
Guarabira, Monteiro, Patos, Catolé do Rocha e Araruna.

A UEPB nasceu como Universidade Regional do Nordeste (URNe), criada por lei
municipal em março de 1966. Foi em 1987, a partir da sanção da Lei n.º
4.977, que a URNe mudou sua nomenclatura para UEPB, “o que foi resultado da
incessante batalha de toda comunidade acadêmica pela tão almeja
estadualização. Por isso, também se comemora em 2016 os 29 anos de
estadualização”, lembra o deputado.

A universidade, segundo Barbosa, também tem um trabalho social de destaque,
sendo atendidas anualmente quarenta mil pessoas com tratamentos
odontológicos e de fisioterapia, acompanhamento psicológico de crianças,
jovens, adultos e idosos, exames laboratoriais e atendimento em Enfermagem,
isso para os padecem de notável carência econômica.