A Câmara Municipal de João Pessoa foi notificada na tarde desta terça-feira (19), após o presidente da casa, Durval Ferreira (PP) revela que ainda não havia sido comunicado da decisão do juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública, Marcos Sales, sobre a instalação da CPI da Lagoa.
A demora se deu por um problema no sistema de distribuições das notificações do Poder Judiciário. A partir de agora começa a contar o prazo de mais dez dias úteis para que ele se manifeste publicamente.
Hoje pela manhã, a oposição cobrou um posicionamento de Durval Ferreira e foram surpreendidos com a informação de que ainda não tinha sido notificado.

“Nós estamos aqui na Casa, eu ouvi comentários, ouvi conversas que nós seríamos notificados pela justiça para dar a resposta sobre a CPI e o que eu quero dizer é que até agora, sem culpar A ou B, eu quero dizer que nós não recebemos nenhuma notificação. Mas eu acredito que se houver essa notificação, antes disso, nós daremos a resposta”, falou.