O senador Cássio Cunha Lima, líder do PSDB, no Senado, revelou nesta segunda-feira (18), o rito do processo de impeachment da presidente Dilma Rouseff (PT), no Senado Federal. Para Cássio, em dez dias, a presidente será afastada.

“Agora a gente vai ter a chegada de um comunicado amanhã. Na terça, é lido no Senado e, em 10 dias, teremos a votação do afastamento da presidente. Lá passa também.”

O tucano confirmou que o PSDB vai apoiar um eventual governo de Michel Temer. Cássio disse que tem  compromisso com o PMDB para tirar o país da crise. Ele acredita que Dilma será afastada até a primeira quinzena de maio.

“O compromisso do PSDB será sempre com o Brasil e vamos ajudar a partir dos nossos valores, dos nossos princípios e da nossas crenças, o governo que se iniciará na primeira semana de maio. Vamos contribuir sim com o governo dentro das nossas responsabilidades com o Brasil”, afirmou.