O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) revelou  na noite desta sexta-feira, em entrevista ao programa 60 Minutos da Rádio Arapuan FM, que a oposição ao governo Dilma  conseguirá mais de 350 votos, na Câmara Federal,  favoráveis ao impeachment da petista.

“Amanhã terá sequência a sessão que já acontece hoje na Câmara e no domingo, acredito que com um placar que vai superar 350 votos, a Câmara vai aprovar a autorização para que o Senado abra o processo de impeachement da presidente Dilma.

O tucano confirmou que o PSDB vai apoiar um eventual governo de Michel Temer. Cássio disse que tem  compromisso com o PMDB para tirar o país da crise. Ele acredita que Dilma será afastada até a primeira quinzena de maio.

“O compromisso do PSDB será sempre com o Brasil e vamos ajudar a partir dos nossos valores, dos nossos princípios e da nossas crenças, o governo que se iniciará na primeira semana de maio. A estimativa é que o Senado esteja julgando entre dia 11 e 12 de maio, o afastamento da presidente. Vamos contribuir sim com o governo dentro das nossas responsabilidades com o Brasil”, afirmou.