Os professores da Prefeitura de João Pessoa, em greve a partir desta segunda-feira (4), aproveitaram  a sessão extraordinária convocada pelo presidente da Câmara de João Pessoa, para voltar a cobrar do prefeito de João Pessoa, melhorias salarias.

Eles protestaram em frente à CMJP para cobrar a intermediação dos vereadores nas negociações com a categoria. Os servidores da educação cobram 11% de reajuste salarial. Eles não aceitam a proposta de reajuste oferecido pela Prefeitura de João Pessoa.