O presidente da Câmara Municipal de João Pessoa, Durval Ferreira (PP), informou ao blog do Anderson Soares, na tarde desta segunda-feira (28), após reunião com  prefeito Luciano Cartaxo, em Brasília, que o filho dele, Durval Neto, não vai assumir o Instituto de Previdência do Município (IPM), como foi divulgado na imprensa.

Segundo Ferreira, além de não assumir o órgão, o filho pode deixar a gestão municipal. Durval Neto, é o atual diretor adjunto do IPM. Ele disse que espera o parecer da Procuradoria Jurídica da Câmara Municipal sobre a instalação da CPI da Lagoa, para tomar a decisão.

“Meu filho não vai assumir o IPM e estou avaliando a possibilidade dele deixar o cargo de adjunto do órgão. Estou aguardando o resultado do parecer da Procuradoria para tomar a decisão”, revelou.

Durval disse ainda que o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP) deve se reunir na próxima sexta-feira (1) com o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) para decidir a participação do partido  na Prefeitura de João Pessoa.