O líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima, emitiu uma nota à imprensa na noite desta quinta-feira (10), criticando a decisão do Ministério Público de São Paulo, que pediu a prisão preventiva do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. Segundo Cássio, não estão presentes fundamentos para autorizar a prisão. Confira a nota.

 

Nota do líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima

O líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB), recebeu com cautela a notícia de que o Ministério Público de São Paulo pediu a prisão preventiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta quinta-feira (10). A alegação dos promotores é de que Lula é suspeito de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica relacionados ao triplex do Edifício Solaris, no Guarujá (SP). “Não estão presentes os fundamentos que autorizam o pedido de prisão preventiva, até porque o Ministério Público Federal e a Polícia Federal fizeram buscas e apreensões muito recentemente buscando provas. Vivemos um momento incomum na vida nacional. É preciso ter prudência.”

Cássio Cunha Lima

Líder do PSDB no Senado