O deputado federal Efraim Filho (DEM) criticou a condução do presidente estadual do PSB, Edvaldo Rosas, sobre a relação com o PMDB. Em entrevista à rádio Arapuan FM, na tarde desta segunda-feira (22), o deputado afirmou que o debate sobre a escolha do vice deve ser feito internamente para evitar conflitos internos.

“Na política tem alguns diálogos que devem ser feitos de forma aberta e os que tem que ser feito nos bastidores. Acho que essa condução da aliança com o PMDB é uma condução que deve ser feita nos bastidores para que não exponha o candidato João Azevedo a constrangimentos”, disse.

O deputado disse que o PMDB já expressou publicamente que não quer aliança com o PSB  em João Pessoa e essa discussão sobre a vaga de vice deve ser iniciada só a partir de junho. Efraim pontua que essa discussão não deve ser tratada pela imprensa.

“Tem que haver uma correção de rumo do que é para ser tratado nos bastidores e do que é para ser tratado pela imprensa para não colocar o nosso candidato João Azevedo em situação de constrangimento”, alfinetou.

A reação do democrata vem após convite feito por Edvaldo Rosas ao PMDB, na sexta-feira (19), para o partido participar do Encontro Estadual do PSB.